A Missão da Família

Todos sabem que a família é a célula da sociedade, pois esta não existe sem aquela. Para uma sociedade equilibrada e feliz é necessário que haja famílias felizes e equilibradas. A família hoje precisa reconsiderar o que foi profetizado e constatar que isso é uma realidade em nossos dias. (2 Tm 3:1-4). Seria ingenuidade ou ignorância fazermos de conta de que não existe crise e que tudo está indo muito bem. Podemos alterar este quadro, que caracteriza o novo milênio em relação à família, através de um avivamento da parte Deus, e isso não é automático, precisa ser buscado. (2 Cr. 7:14).

A família não pode se conformar com o modelo oferecido pelo “deus deste século”.  (Rm 12:2; 2 Co 4:4) Preservar os princípios de Deus, estabelecidos em Sua Palavra para a família, é edificar a casa sobre a rocha (Mt 7:24,25). Pode haver as mudanças que houver, Jesus garantiu, este projeto é à prova de tempestade, não cai. Devemos celebrar as famílias e os casamentos que alcançaram sucesso no Senhor Jesus, como resposta aos modelos distorcidos de família. Essa iniciativa do povo de Deus, de afirmar o modelo bíblico de família como ideal divino, pode motivar ainda mais os relacionamentos sadios e encher de esperança tantos outros que estão lutando para superar as crises, porque acreditam na família como Deus a projetou. Quando honramos a Deus, não abrindo mão de princípios, Ele nos honra diante dos homens, manifestando sua vitória em nossas vidas. Com todo respeito que temos pelos que foram vítimas de uma separação conjugal, precisamos proclamar sempre que “Deus contínua odiando o divórcio” (Ml 2). 

A missão da família também é manter o altar do Senhor levantado dentro de casa. A família precisa derrubar, dentro de casa, todos os altares que não pertencem ao Senhor. Esta foi a orientação de Deus para Gideão, a fim de que o avivamento acontecesse. (Jz 6:25,26). Este altar levantado ao Senhor dentro de casa fala de entrega sacrificial, renúncia, devoção, comunhão, louvor, adoração, culto, obediência e submissão. Posso afirmar que a família que tiver um altar levantado ao Senhor estará debaixo de proteção. 

A família cristã também possui a missão de vencer o poder da influência negativa da mídia. Somos de certa forma o resultado daquilo que vemos e ouvimos. Não é exagero afirmar que a mídia televisiva tem sido responsável pela desestruturação da família ao redor do planeta. Os programas de maior audiência no Brasil exaltam tudo aquilo que compromete o bem-estar da família e incentiva tudo o que a Bíblia, como Palavra de Deus, condena: adultério, prostituição, homossexualismo, uso de drogas, violência, pornografia, ocultismo, satanismo, feiticismo etc. Jesus disse que o ladrão (o diabo) vem para roubar, matar e destruir (Jo 10:10). Muitos, por estarem tão distraídos com este tipo de entretenimento, não percebem a ação sutil desse ladrão, que chega e rouba, mata e destrói o relacionamento.  Neste novo milênio, cada vez mais a luta pela audiência levará os dirigentes dos meios de comunicação a extrapolar os limites, desrespeitando crianças, adolescentes, jovens, adultos, velhos etc. As famílias cristãs, em meio a está decadência e disseminação do mal, precisam assumir a postura de quem é “vocacionado para ser o sal da terra e luz do mundo” (Mt 5:13,14). Assim diz o Senhor a todas as famílias que desejam fazer a diferença neste novo milênio: “Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei, serei vosso Pai, e vós sereis meus filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso. Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne, como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus” (2 Co 6.17,18; 7.1).

Minha oração é que Deus conserve as nossas famílias de pé na Sua presença, e que possamos dar respostas a todas essas mudanças no novo milênio, com base nos princípios inegociáveis da Palavra. 

Pastor Ivo Lídio Köhn. 

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *